Entrevista com o Autor Denis Lenzi

Nós fizemos uma pequena entrevista com o autor do livro O Entregador de Bonecos.
Já falamos sobre ele aqui no blog (x)



EL : Como surgiu a ideia de escrever um livro ?

Denis Lenzi : O livro nasceu quando eu tive uma ideia sobre a minha vizinha que mora ao lado. Ela era uma senhora idosa que criava os bonecos. Como a  ideia me pareceu  muito legal e interessante, eu comecei criar uma história sobre um jovem que faz uma promessa com a avó e entregar os cinco bonecos para cinco crianças eleitas que vivem em estados diferentes da América do Norte. Não fosse pela minha vizinha, o livro não seria escrito. Foi uma experiência maravilhosa escrever os personagens, das viagens do protagonista, dos encontros com as crianças eleitas. Pretendo fazer uma trilogia das aventuras de David Forlin, o protagonista-título do livro.

EL : Foi difícil achar uma editora que aceitasse publicar o seu livro ?

Denis Lenzi : No começo, sim, foi muito difícil! Ainda mais para quem é autor nacional e estreante no mercado editorial que busca um espaço para publicação do seu livro. Como a maioria das grandes editoras recusou a publicação do meu livro, parti para publicação independente como Bookess e posteriormente Perse, na qual o meu livro foi vencedor (primeiro lugar) pela melhor capa, criada pela talentosa Marina Ávila. E depois disso, recebi um email do editor Eduardo Bonito, da editora Literata, que tem desejo de editar meu livro. E eu prontamente aceitei a proposta e assinei o contrato. Devo muito a editor pela oportunidade de editar meu livro

EL : Quais seus autores favoritos ?

Denis Lenzi :Tenho vários deles, mais posso citar alguns deles, como Stephen King, Dan Brown, André Vianco, Jô Soares. 

EL :  Você tem alguma mania ou ritual quando está escrevendo ?

Denis Lenzi : Hum....acho que não tenho mania ou ritual. Quando eu tenho uma ideia ou inspiração, seja manhã, trade ou noite, eu começo a escrever. Simplesmente eu deixo a história fluir, para ver aonde ela vai. Ouvir uma música ajuda bastante para criação da história. 

EL : Escuta musica enquanto escreve ? Quais ?

Denis Lenzi : Ouço música de acordo com o clima da estória. No caso do Entregador de Bonecos, ouvia música como New Age, as músicas do ano 80 já que a história do livro se passa naquela época.  

EL : O que é mais difícil na vida de um escritor ?

Denis Lenzi : Ser escritor não dá para lucrar bastante, ainda mais aqui no Brasil. Se fosse rentável, eu não precisaria trabalhar como agente administrativo da escola, mas como é meu primeiro livro e ainda sou desconhecido em grande público leitor, então tenho que trabalhar em duas profissões, na verdade três, pois trabalho também como capista (freelance). Mesmo que meu livro não dê lucro, eu não importaria porque o que mais importa para mim era sempre escrever e contar história bacana para leitores. Isso sim é o que mais me deixar com orgulho e feliz. Se o meu livro O Entregador de Bonecos ou outros livros meus sejam lido por cem leitores, então seria uma grande vitória. 

EL : O Entregador De Bonecos foi o primeiro livro que você escreveu ?

Denis Lenzi : Sim, meu primeiro livro, na qual estou muito feliz pela história que criei e espero que leitores gostem tanto dela quanto eu. 

EL : Já começou novos projetos ?

 Denis Lenzi : Tenho alguns projetos, como um livro de fantasia e ficção científica, e outro que é uma continuação do Entregador de Bonecos, que terá título de Despedida de Inocência. Enfim, tenho muitas ideias a seres desenvolvidas, mas não há prazo para conclusão ou lançamentos.



5 comentários:

Anônimo disse... [Responder comentário]

Gostei muito do autor, da humildade dele e quero ler a historia, parece muito interessante!! Anne

Ahtange Ferreira disse... [Responder comentário]

Deniz meu querido, amei conhecer mais de você e seus sonhos.
Quero muito ler seu livro.
Realmente ser escritor no Brasil é barra, mas devagar estamos encontrando nosso caminho.
Abraços!

Felipe disse... [Responder comentário]

Realmente. É muito difícil achar uma editora que valorize os escritores brasileiros.

Anônimo disse... [Responder comentário]

Denis esta de parabéns, o livro é ótimo e estou esperando ansiosa os próximos livros ! ótimo escritor !

Postar um comentário